Tabela Imposto de Renda 2020 – Atualizada! Alíquotas, Como Calcular, Quem Deve Declarar, (Cálculo IRPF 2020)

A tabela do imposto de renda 2020 é o instrumento usado para saber das alíquotas de contribuição. Essa alíquota irá definir o valor do imposto que cada contribuinte irá pagar.

Existem duas tabelas do imposto de renda. E, em ambas é necessário fazer o cálculo do imposto de renda. Para ficar mais fácil de compreender, prossiga com a leitura desse artigo:

Tabela imposto de renda 2020: o que é?

CONSULTA IMPOSTO DE RENDA 2019A princípio, entenda que a Receita Federal divide o valor do imposto de renda de acordo com quatro faixas salariais. Cada uma dessas faixas possuem uma alíquota de 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%. Quanto maior o salário bruto, mais a faixa salarial que se enquadra e consequentemente, maior o valor do imposto que deve se pago.

Como dito anteriormente, existem dois tipos de tabelas do imposto de renda:

  • Tabela de alíquotas mensais;
  • Tabela de alíquotas anuais.

Ambas possuem o mesmo objetivo: qualquer quanto de imposto será pago. No entanto, a primeira de alíquotas mensais é calculada o IRRF ou Imposto de Renda Retido na Fonte. A segunda é usada somente na hora da declaração de ajuste anual do IRPF.

Essas tabelas definem a alíquota (percentual de imposto que deverá ser pago) com base o salário do cidadão. Quanto mais ele recebe, mais alta é a alíquota.

Em 2020 poderá ter novidades. O presidente Jair Messias Bolsonaro pretende corrigir as alíquotas de acordo com a inflação. Dessa forma, supõe-se que a tabela imposto de renda mensal 2020 seja essa:

  • Até R$1.980,90 – isento;
  • De R$1.980,91 até R$ 2.940,85 – 7,5%;
  • De R$2.940,86 até R$ 3.902,59 – 15%;
  • De R$3.902,59 até R$ 4.853,13 – 22,5%;
  • Acima de R$4.853,13 – 27,5%.
Tabela de Imposto de Renda

Como calcular o imposto de renda 2020

CÁLCULO IMPOSTO DE RENDA 2019Antes de mostrar como é calculado o imposto de renda, é preciso compreender que nem todo recebimento entra para a conta. Apenas os rendimentos tributáveis devem ser considerados para o cálculo.

Ou seja, o salário e o dinheiro oriundo de uma casa de aluguel são rendimentos tributáveis e devem entrar para a conta do imposto de renda 2020.

Mas, pensões, aposentadorias, bolsas de estudo para pesquisa e rendimentos de poupança, são rendimentos isentos. Dessa forma, não entram para o cálculo do imposto de renda.

Portanto, para entender em qual faixa salarial você se encontra, some apenas os rendimentos tributáveis. Em seguida, subtraia o valor referente às contribuições de INSS, pois esse valor também não entra para o cálculo. Assim saberá a alíquota que deverá entrar em seus cálculos.

Para explicar o cálculo, veja esse exemplo prático:

Como Calcular Imposto de Renda

Imagina que o seu salário bruto mensal é de R$5.000,00. Desse total, é descontado 11% do INSS. Portanto, 11% equivale a R$550,00, logo o seu salário é de R$4.450,00.

Sabendo disso, basta verificar em qual faixa salarial se encaixa para saber a alíquota que deverá entrar para a conta.

Saiba ainda que poderá entrar para a conta as deduções. Neste caso, o valor a ser pago poderá ser menor, já que as deduções diminuem o valor do imposto pago. Elas podem ser oriundas de dependentes, previdência privada, despesas médicas e educacionais.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2020?

Existem casos onde é preciso declarar imposto de renda e também casos onde o trabalhador é isento dessa declaração. Deverá declarar o imposto de renda 2020:

  • Quem recebeu valor igual ou superior a R$ 28.123,91 no ano de 2019;
  • Trabalhador rural que recebeu valor igual ou superior a R$ 140.169,55 no ano de 2019;
  • Quem quer compensar prejuízos da atividade rural com a Receita de anos anteriores;
  • Qualquer contribuinte que passou à condição de residente no Brasil até o fim de 2019;
  • Qualquer pessoa que tenha tido ganho de capital ou realizou operações na Bolsa de Valores, mercados futuros, alienação de bens etc;
  • Contribuintes que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte superiores a R$ 40.000,00;
  • Quem teve propriedades e bens de direito em 2019 com valores superiores a R$ 300.000,00.

O próprio trabalhador poderá fazer a própria declaração do imposto de renda. Mas, por ter medo ou desconhecer alguns termos ou regras, acaba optando por pagar alguém que o faça.

Os isentos do imposto de renda 2020 são:

  • Quem não se encaixa nos tópicos anteriores;
  • Quem é dependente de outra pessoa declarante;
  • Quem recebeu até R$ 28.123,91 no ano de 2019;
  • Quem possui qualquer tipo de bem que não ultrapasse o valor de R$ 300.000,00 em dezembro de 2019.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Tabela Imposto de Renda 2020 – Atualizada! Alíquotas, Como Calcular, Quem Deve Declarar, (Cálculo IRPF 2020)

Deixe um comentário